Segunda-feira, 6 de Outubro de 2008

Era uma vez...

imagem retirada da net

Era uma vez uma fadinha muito bonita e alegre chamada Melodia. O mundo onde Melodia morava chamava-se Harmonia e era um sitio maravilhoso onde as flores eram de mil cores, as arvores frondosas e a brisa soprava musica melodiosa sem parar. Nao havia frio, nem se sentia fome e os habitantes daquele mundo viviam felizes dançado, cantado, sorrindo a todo o instante. Melodia era muito feliz ali e jamais se imaginou a morar numa terra onde a musica nao existisse. A musica era importantissima porque sem ela os Harmoniosos perdiam o sorriso e a capacidade de dançar e lentamente começavam a morrer...

Um dia, quando a Melodia abriu os olhos e se sentou na sua cama de penas macias, levantando os braços no ar para se espreguiçar ainda cheia de vontade de dormir mais um bocadinho, notou alguma coisa estranha. De inicio não se apercebeu do que era. Olhou pela janela e viu as flores e  as arvores e o sol a brilhar. E nada achou diferente, olhou para si propria e nada de estranho apareceu. Resolveu levantar-se da cama e ir ver o que se estava a passar de estranho, nao podia ficar quieta ali à espera quando começava a sentir um estranho aperto no peito. Foi precisamente quando se levantou e passou em frente ao espelho que um gritinho lhe saiu da boca:

- O sorriso!!!

Melodia não estava a sorrir! E foi então que de repente se apercebeu que nem um unico som conseguia ouvir...

Aquilo era terrivel, não podia estar a acontecer! Correu porta fora e começou a ver todos os outros de caras tristes, sem um unico sorriso!

Era a desgraça total! Correu, perguntou a uns e a outros e ninguem sabia dizer o que tinha acontecido, até que foi perguntar ao homem Clave de Sol que vivia no Salgueiro-Chorão.

- Foi a maldade que roubou a nossa musica. Essa bruxa feia e má há muito que nos ameaça. E hoje conseguiu. Só alguem de coração puro conseguirá recuperar a nossa musica, Melodia....

Melodia nem pensou duas vezes, correu, correu, correu sem parar por Harmonia até chegar ao limite do mundo, o lugar mais feio e escuro que jamais vira: a casa da Maldade.

Melodia sabia que apenas alguem com o coração muito puro conseguiria recuperar a musica e esse alguem tinha que fechar bem os olhos, avançar pelo mundo da Maldade, pegar na caixa onde estava aprisionada a musica e traze-la consigo.

Nao era tarefa facil e um só mau pensamento poderia deitar tudo a perder, mas a fadinha nao desanimou. Respirou fundo, levantou os braços de maneira a ficar com as mãos abertas à sua frente, fechou os olhos e avançou. Andou cuidadosamente durante algum tempo, com o coraçao a bater muito depressa, receando sempre falhar, mas sem nunca desistir e eis que de repente sente uma caixinha na suas mãos. Só podia ser a caixinha com a musica! Agarrou nela como se agarrasse na propria vida e voltou para trás, sempre sem abrir os olhos, pisando o chão suavemente.

Dali a pouco sentiu dentro de si que já podia abrir os olhos, já estava no seu mundo! Abriu devagarinho os olhos e viu que tinha na mão uma caixinha singela feita de madeira trabalhada. Os habitantes do seu mundo estavam encostados uns aos outros de caras tristes e olhavam-na com uns olhinhos suplicantes como se dissessem:

-Salva-nos Melodia, salva-nos....

E foi isso que ela fez. Abriu a caixinha com muito cuidado e de repente e como por magia começou a ouvir-se os sons de um piano, depois um violino, depois um violoncelo, e depois todos os outros instrumentos capazes de nos presentear com musicas lindissimas!

Um a um os habitantes do mundo Harmonia começaram a levantar a cabeça e a sorrir!

Melodia estava muito orgulhosa de si porque conseguira salvar Harmonia das garras da Maldade e sabia agora que era uma fadinha de coração puro. E sabia tambem que jamais deixaria aquele lugar, seria a sua eterna guardiã.

 

 

 

( Ficção para a "Fabrica das Histórias")

sinto-me: musical
publicado por magnolia às 22:27
link do post | comentar | favorito
|
14 comentários:
De mariana a 7 de Outubro de 2008 às 09:45
Uma linda história de encantar e nos fazer sonhar e por momentos imaginarmos que fazemos parte desse mundo....o da Harmonia...Beijokas e obrigado pela partilha do texto, adorei
De magnolia a 7 de Outubro de 2008 às 15:21
Fico tão contente de teres gostado da minha história:-) Eu tambem gostava de morar em Harmonia...mas ainda não sei onde fica...:-)

Beijinhos
De Rita a 7 de Outubro de 2008 às 14:33
Por momentos achei que estavas a falar de mim, que eu era a melodia, por amar tanto a música.. percebi que não quando li a parte do coração puro ... :)
Muito bonita a história, tens muito jeito... já podes lançar outro livro :)
beijo grande
De magnolia a 7 de Outubro de 2008 às 15:23
Tu és um pouco como a Melodia...so que em vez de pianos e violinos ouves baixos e baterias:-)

E tu tens um corção puro....podes até achar que não, mas eu sei que tens...:-)

Beijinhos e obrigada por me visitares:-)
De Ritinha a 7 de Outubro de 2008 às 17:08
Não digas isso muitas vezes que vou acabar por acreditar.. :)
beijo grande
De propagandaearte a 7 de Outubro de 2008 às 23:07
Oi!
Você já percebeu que tem um jeitinho especial de se comunicar com as crianças?
Isto que escreveu, esta linda historinha infantil, poderia muito bem ser ilustrada e transformada num livrinho infantil. O que acha?
Que não tem mote? Claro que tem!
Tem uma moral, sim. Pensa nisso!
Quem sabe não surge uma escritora?
Um abraço do Marco!
:o)
De magnolia a 8 de Outubro de 2008 às 09:51
Olá!

Eu estou felicissima com os teus comentários!! :-) Obrigada:-)

Um livro para crianças seria fantastico....mas ainda é cedo para pensar nisso.....penso eu:-)

Beijinhos
De Cris a 7 de Outubro de 2008 às 23:30
É sempre um prazer ler os teus textos... O dom está lá, tens de o fazer saltar mais alto!!
Continua a brindar-nos com estes teus escritos deliciosos!

Beijinhos
De magnolia a 8 de Outubro de 2008 às 09:52
Cris,

Estas palavras vindas de ti tem um significado especial...obrigada minha querida amiga pelo incentivo:-)

Beijinhos, muitos
De agoradigoeu a 8 de Outubro de 2008 às 18:52
Claudia
Guarda-me também um lugarzinho onde a Melodia vive... a Harmonia vive... e todos nós crianças também sonhamos...
Parabéns!!!
Liiinnnndooooo!...
Beijos
norberto
De magnolia a 10 de Outubro de 2008 às 23:04
Se eu a encontrar, eu indico-te o caminho:-) Ou melhor, reunimos todos os amigos e vamos viver para lá:-)

Obrigada por me visitares e fico contente por gostares:-)

beijinhos
De agoradigoeu a 11 de Outubro de 2008 às 16:55
Claudia
Fica o compromisso de sangue.
Com todos os amigos...
Beijos
norberto
De inoutyou a 9 de Outubro de 2008 às 19:37

Claudia,

Li teu texto, várias vezes...porque gostei, E depois de ler os comentários, que mais há a dizer??

Uma História muito bonita concerteza. Estou á espera da próxima

Bjs
Alex
De magnolia a 10 de Outubro de 2008 às 23:06
Obrigada Alex:-)

Espero que sim, que hajam proximas:-)

Beijinhos

Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 114 seguidores

.pesquisar

.Julho 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Encerrado

. I love books

. Viagem inesquecível

. Hoje...

. O último retrato

. Post-scriptum

. Isa

. Página em Branco

. Chama Solitária

. Não há amor como o primei...

.arquivos

. Julho 2011

. Junho 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Março 2006

.favoritos

. Gosto de ti

. Um beijo...

. Quando a noite chega...

. Tenho um sonho...

.Visitinhas

.mais visitinhas

.Quem por cá anda...:)

blogs SAPO

.subscrever feeds