Domingo, 5 de Abril de 2009

Mar meu...

 imagem retirada da net

 

Perco-me em ti, mar meu, de cada vez que te vejo, belo, imenso, majestoso. Deixo os meus olhos vaguearem pelo teu corpo azul celeste, deleitando-os como mulher que olha o homem que ama. E nos dias em que te vou ver ao fim do dia não sou capaz de dizer o quanto me emociona o manto dourado que te cobre. Fico muda. Quieta. Em êxtase. És meu. Tenho agora mais do que nunca, certeza disso. Por isso te chamo e hei-de sempre chamar, mar meu. Mar meu. Mar meu.

Vou ver-te de propósito para ouvir os teus conselhos murmurados nos meus ouvidos e no meu coração. A tua voz é bela, mesmo quando estás zangado. Melodiosa no seu vai e vem eterno, que me embala, que me adormece. E quando me ralhas sei que é para meu bem. Sei que ergues muitas vezes a voz para me ajudar a erguer a cabeça e a ser uma outra pessoa. Melhor. Sempre melhor. E todas as vezes te agradeço por isso. Obrigada mar meu.

Sinto tanto a tua falta, mar meu…

Falta do teu cheiro inebriante que me faz sentir plena de vida. A maresia entra nas minhas narinas e revigora-me, refresca-me, o corpo e a alma. Acorda-me, faz-me vibrar. Faz-me sentir viva, muito viva,

Cada grão de areia molhada que sinto nos pés quando caminho perto de ti me faz bem e me tranquiliza. Adoro sentir a areia molhada nos pés, por entre os dedos. Ouvir o rac rac que os meus passos provocam nos longos passeios que dou quando quero estar perto de ti, conversar contigo, desabafar as minhas mágoas, a minhas alegrias ou os meus sonhos. Faço-o sempre assim, caminhando. Parece que os pensamentos fluem melhor, se soltam como um bando de pássaros rumo ao sul.

Sinto tanto a tua falta, mar meu…

 Preciso de ti cada dia mais. Preciso da tua presença reconfortante que enche os meus dias de paz azul celeste. Como poderia eu sequer pensar em viver sem ti? A quem recorreria eu nos dias mais tristes, mais chorosos? Quem alem de ti me daria amizade incondicional e eterna? Tu e tu e sempre tu, mar meu.

Olho-te mais uma vez para reter a tua imagem para sempre. Azul, muito azul. Uma linha muito ténue te separa do céu, também azul. O sol prestes a ir embora cobre tudo com uma luz dourada e faz brilhar as tuas aguas como se estivesses vestido de milhares de diamantes lapidados e enfeitas-te de milhares de cores, impossíveis de reproduzir. És tão belo, mar meu. Quero guardar esta imagem para sempre dentro do meu coração. Vou emoldura-la com amor e vou pousa-la para sempre no cantinho preferido da minha memoria, cantinho onde guardo as melhores e mais doces recordações, este momento que jamais se repetirá. Mar meu, como és maravilhoso, como te admiro…

Sinto tanto, tanto a tua falta, mar meu. Mar meu, para sempre meu….

 

Texto de ficção para a “Fábrica das histórias”, por Cláudia Moreira

 

sinto-me: :)
publicado por magnolia às 23:37
link do post | comentar | favorito
|
8 comentários:
De Lara a 6 de Abril de 2009 às 18:14
gOstei tantO...=)

parabéns*
De magnolia a 7 de Abril de 2009 às 15:38
Muito obrigada:))

Que bom alguém vir cá dizer que gostou tanto:)))
De agoradigoeu a 6 de Abril de 2009 às 22:44
Cláudia,
Quanto a mim este teu texto transmite uma beleza tão grande que "obriga-me", com o maior respeito por ti, a permitir-me propor a música abaixo para o "musicar"

http://www.youtube.com/watch?v=OwfbTVzN-fc

Obrigado pelo momento e
parabéns
um beijo
norberto
De magnolia a 7 de Abril de 2009 às 15:39
Olá Norberto:))

Adorei a música! E perfeita para o meu texto! Absolutamente perfeita!

Beijinhos
De green.eyes a 7 de Abril de 2009 às 12:31
Cláudia
Para mim o mar é como um ombro amigo, com quem posso falar sem ser recriminada pela minhas atitudes, onde posso por vezes abafar as minhas magoas ...
Parabéns pelo texto esta lindo
Beijinhos
De magnolia a 7 de Abril de 2009 às 15:40
É isso mesmo Ana,

O mar para mim também é isso: um refúgio, um ombro amigo...

beijinhos
De FilipeP a 10 de Maio de 2009 às 22:33
Como gostei deste texto... talvez por ser um apaixonado pelo mar, por ele ser o meu lugar especial e ser onde vou para reflectir e recarregar energias.

Muito bonito mesmo
De magnolia a 12 de Maio de 2009 às 14:35
Obrigada Filipe....

o mar é mesmo um lugar especial....talvez o mais especial de todos....

muito obrigada pela visita...

beijinho

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

.Julho 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Encerrado

. I love books

. Viagem inesquecível

. Hoje...

. O último retrato

. Post-scriptum

. Isa

. Página em Branco

. Chama Solitária

. Não há amor como o primei...

.arquivos

. Julho 2011

. Junho 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Março 2006

.tags

. todas as tags

.Visitinhas

.mais visitinhas

.Quem por cá anda...:)

blogs SAPO

.subscrever feeds